Projeto de software sob encomenda: como assim?!

Nelson Lerner Barth

“A Pragmática realiza projetos de sistemas informatizados sob medida, isto é, sob minha encomenda. Como assim?!”

Existem alguns mitos sobre encomendar um projeto de software que atenda aos quesitos particulares de sua empresa:

1º mito: “Hoje em dia, com os ERPs e a enormidade de boas empresas oferecendo seus produtos de software, todas as minhas necessidades imagináveis já estariam sendo atendidas por produtos de prateleira. Para que então encomendar um projeto específico?"

Resposta: De fato os atuais pacotes de ERP, CRM, etc. cobrem boa parte das necessidades de automação nas empresas. Obviamente, ninguém imagina construir um sistema sob encomenda em substituição a um pacote de prateleira. Não há sentido em encomendar um sistema de Contas a Pagar e a Receber.

Mas, com certeza, existem na sua empresa processos particulares que exigem automação. Com uma breve análise dos processos de sua organização, com certeza, você detectará brechas que mereceriam automatização. Será que não existem ainda fluxos indesejáveis de documentos em papel? Será que ainda tenho equipes realizando trabalhos repetitivos de conferência ou de encaminhamento de informações? Será que ainda preciso construir certas “pontes” entre os processos já automatizados?

2º mito: “A construção de um sistema específico para minha empresa é muito cara".

Resposta: Obviamente, a construção de algo sob encomenda possui um preço superior ao de um objeto padronizado vendido às centenas. Entretanto, essa comparação não é justa. Com certeza, o seu fornecedor de ERP alega que, mediante customizações (personalizações), é possível adequá-lo às suas mais variadas necessidades. Entretanto, essa customização é na realidade um projeto sob encomenda. E, muitas vezes, você paga por este projeto um preço em aberto (tantos reais por hora), ou seja, um cheque em branco.

Ao encomendar um sistema informatizado de acordo com suas especificações particulares, você deve obter um preço fechado de antemão. E você poderá analisar, a priori, se este investimento de fato terá um retorno adequado para a sua empresa. E tomará sua decisão sobre números reais e não apenas “estimativas”.

3º mito: “Obviamente, a construção de um sistema específico para minha empresa é muito demorado, perdendo-se a curta janela de oportunidades para a sua utilização".

Resposta: Isto absolutamente não é verdade. As boas empresas que constróem sistemas com especificações sob encomenda nunca “partem do zero”. Normalmente, constróem componentes e os reutilizam nas construção do próximo sistema.

Julgar que a customização de um sistema de prateleira seria “obviamente” mais rápida pode gerar uma triste desilusão.

4º mito: “Atualmente, os processos nas empresas tendem a se tornar parecidos. Nada como usar sistemas informatizados de prateleira, que já incorporam esses processos ótimos".

Resposta: Se todas as empresas fossem iguais, não existiria mais concorrência! Com certeza, as empresas procuram se diferenciar no mercado não só através de seus produtos mas também através de seus processos internos. Aproveite o diferencial estratégico dos seus processos! Tire o máximo deles, automatizando-os adequadamente.

Cuidado com as adaptações que você terá que fazer na sua empresa para se “adaptar” ao produto de prateleira. Vale a pena tentar engordar seu corpo apenas para fazê-lo caber em uma camisa que encontrou em uma loja da moda?

5º mito: “Para a encomenda de um sistema informatizado, tenho que “alugar” equipes de profissionais, o que me gerará enorme dor de cabeça".

Resposta: Bem, isso é a pura verdade. Se você vai contratar uma empresa que me alocará “recursos” especializados para trabalhar na sua empresa, poderá ter muitos problemas. Por melhor que seja a documentação e a metodologia adotada, este tipo de projeto depende fortemente de gente. E você não vai querer recursos “alocados” com grande potencial de rotatividade. Mais ainda: você deseja compartilhar a gestão desses “recursos”? Não era isso mesmo eu você queria evitar?

6º mito: “Para a encomenda de um sistema informatizado, o melhor mesmo é usar equipes internas, principalmente para sistema estratégicos".

Resposta: Podemos imaginar que sua empresa precisa se focar em suas atividades e não gastar seus limitados recursos de gestão com equipes próprias de desenvolvimento de software, que precisam ser treinadas permanentemente (a tecnologia não pára!).

Tenha certeza que é muito difícil controlar prazos e custos de projetos com equipes internas (a grande “vantagem” da total disponibilidade desses recursos dentro da sua empresa será a causa dos constantes atrasos em termos de prazos e nos furos de orçamento).

Lembre-se que, ao encomendar um projeto de um sistema informatizado, com preço fechado e com datas rígidas de entrega, dentro do seu preço pago estão incluídos (sem que você perceba) um hedge de custos (o risco nos custos corre por conta contratada) e um hedge de prazos (a contratada precisa se virar para atender rigidamente aos seus compromissos).

E, finalmente, porque a maior confiabilidade em alguns funcionários contratados do que em uma empresa séria e historicamente respeitosa das garantias de sigilo?

Se você ainda tem dúvidas, consulte a Pragmática.